• 09 Dez

    O que é CTP?

    Computer-to-Plate

    Esse processo consiste em converter a informação digital de arquivos de textos e imagens em chapas para impressão, sem a necessidade de gerar fotolitos. Além disso, utiliza a tecnologia a laser para gravar as chapas através de uma máquina digital chamada platesetter.

    No mercado, esse processo é conhecido como CTP (computer-to-plate) ou DTP (direct-to-plate). O objetivo principal é eliminar o uso de fotolitos e os processos de montagem manual.

    As chapas de polímero são feitas de alumínio com tratamento anodizado, pois adere melhor a camada de fotopolímero, oferecendo uma maior tiragem e um equilíbrio entre água e tinta.

    O armazenamento é semelhante às chapas do processo convencional e não necessita de ambiente climatizado. Nesse processo é possível fazer até 200 mil impressões com a exposição e revelação da chapa de polímero. Após passar pelo forno, esse número pode aumentar para 1.000.000 de impressões.

     

    Vantagens:

    – Reduz o custo, eliminando o uso de fotolito e a diminui o lixo produzido, tornando um processo ecologicamente responsável

    – O tempo de produção é menor

    – Aumenta a qualidade do produto final

     

  • 01 Dez

    Porque a escala Pantone® pode dar problemas durante a impressão?

    Na impressão offset a escala Pantone® é amplamente utilizada para garantir a máxima fidelidade de cores.

    É muito comum as cores que são visualizadas no monitor onde o arquivo está sendo desenvolvido serem impressas e ficarem diferentes. Isso acontece por diversos fatores, que vão desde a calibração do monitor, do modo de cor que foi utilizado ( RGB ou CMYK ).

    Monitores LCD ou LED podem apresentar variações de cores e calibrações completamente diferentes de montiores profissionais. Por isso a melhor coisa a se fazer é conversar com um dos nossos técnicos de impressão e editoração, para que eles orientem da melhor forma como você deverá preparar o arquivo e principalmente se poderá haver consideráveis variações de cores no seu material impresso.

  • 05 Dez

    Quais são os melhores formatos para obter o melhor aproveitamento de papel?

    A primeira coisa para se avaliar sobre o melhor aproveitamento de papel são os tamanhos disponíveis de mídia. Feito isso você precisa pensar em qual é a área útil de impressão.

     

    Tamanhos de mídia para impressão

    Os tamanhos mais comuns de papel usados para impressão digital são o formato A4 ( 21cm x 29,7cm) e o formato A3 ( 29,7cm x 42cm ). Além destes formatos temos experiência em encontrar um formato ideal de papel personalizado que seja adequado e tenha o melhor custo, benefício e qualidade.

     

    Área útil de impressão

    A área útil de impressão em offset ou digital sempre será menor do que o formato da mídia. Você terá que sempre levar em consideração um desconto de margem em cada borda da mídia. Por isso, sempre avaliamos o seu projeto e identificamos a melhor área útil de impressão.

    Com estas duas informações básicas você já consegue começar a planejar os melhores formatos para obter o melhor aproveitamento do papel e assim obter o melhor custo benefício nas suas impressões, sejam elas em offset ou digitais.

Todos os direitos reservados por Novoriginal Indústria Gráfica e Editora Ltda.® 2019 | Design by